Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Paulo Bento: Não podemos ser da selecção só nas finais"

Na antecâmara do encontro particular com o Gabão, agendado para amanhã em Libreville, o selecionador nacional Paulo Bento fez esta terça-feira a antevisão da partida, numa conferência de imprensa onde pediu o apoio de todos os portugueses, apesar da distância e de não se tratar de um jogo de caráter oficial.

«Não podemos ser da Seleção Nacional só nas fases finais. Temos de o ser também durante as fases de qualificação e nos jogos particulares», afirmou Paulo Bento.

E, apesar de nada estar em jogo, o selecionador nacional lembrou que todos os atletas terão de dar o máximo, já que a sua prestação poderá definir o seu regresso (ou não) em futuras ocasiões. Já sobre as questões relacionadas com a indisponibilidade de certos jogadores, Paulo Bento reencaminhou as dúvidas para os próprios atletas e os seus clubes.

«Este jogo será muito importante para vermos o caráter de alguns jogadores. Faltam alguns, mas os problemas físicos de uns são as oportunidades de outros. As lesões dos que não estão aqui, como Ronaldo? Se alguém tiver dúvidas que fale com eles diretamente», sublinhou o selecionador.

Sobre o facto da Seleção jogar com um adversário, teoricamente, muito inferior, e tão longe de Portugal, Paulo Bento lembrou que «é normal as grandes seleções fazerem jogos particulares longe de casa, como mostra o facto da Espanha se ter deslocado ao Panamá e a Argentina até à Arábia Saudita».

in A Bola

Sem comentários:

Enviar um comentário