Número total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sp. Braga vence Udinese e faz história

Ruben Micael virou o jogo, a eliminatória e Maicosuel brincou com os milhões.

Uma partida tremenda, numa montanha russa de emoções de futebol no Friuli, em Itália, onde o Sp. Braga acabou por garantir a qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões. A brincadeira de Maicosuel, nos penalties, custou mais de 8 milhões de euros à Udinese, mas lançou a formação portuguesa para mais uma brilhante epopeia europeia. Depois de Sevilha, há Udine, depois de Mateus e Lima, há Ruben Micael, o homem que mudou o jogo e a eliminatória a favor dos minhotos. Portugal volta a ter três equipas na Liga dos Campeões!

Os minhotos pisaram o relvado em desvantagem, trazida de Braga por esse golo de Dusan Basta. Ainda assim, o ascendente inicial foi todo para a equipa de Peseiro. E refira-se o nome do treinador porque o Sp. Braga apresentou-se com posse de bola, circulação, como o técnico prometera fazer, quando chegou ao Minho.

Essa capacidade minhota em ter a bola levou o Sp. Braga para junto da área italiana. Era preciso recuperar o que se perdera em casa e logo aos 9 minutos Lima estava na cara de Brkic, isolado por um passe mágico de Mossoró. Brkic aparecu pela primeira vez na noite e evitou o golo bracarense. Uma imagem que ia ser constante durante todo o encontro.

O desperdício de Lima teve consequências. Com italianos, o preço a pagar por aquele minuto 9 foi previsível. Dusan Basta invadiu a área de Beto, quando havia domínio minhoto, deu um pontapé para trás das costas e, ao fundo, ao segundo poste, Armero fez o 1-0, de cabeça. Havia 25 minutos e até final do primeiro tempo nunca mais se viu as cores minhotas por cima do encontro.

Era preciso tombar o gigante

Era preciso reanimar a equipa. Dar-lhe fôlego, não deixá-la ficar ligada à máquina, porque um golo no Friuli deixava tudo igual. Peseiro tirou Ruben Amorim e lançou Micael. E o segundo tempo foi encarnado e branco, com o madeirense a ficar debaixo de todos os holofotes do Friuli.

O segundo tempo foi soberbo! Braga ao ataque, Braga com a bola. Bola para a esquerda, bola para a direita, italianos a correrem atrás dela. E Salino atirou à entrada da área, para fora; seguiu-se um pontapé de Viana, que Brkic defendeu de forma impressionante; outro de Viana para fora...

Até que surgiu Armero na cara de Beto! O colombiano teve tudo para marcar, mas deu um valente pontapé na relva e a Udinese acabou ali, ao minuto 58. Num tropeço. Bom, não acabou verdadeiramente, porque o golo minhoto só surgiu aos 71 minutos. Pelo meio, Brkic! Sempre ele. Tentou muita gente: Alan, Ismaily, outra vez Viana. O sérvio era um gigante na baliza.

Mas os gigantes também caem. Mossoró rompeu pela área, foi tocado, decidiu continuar a jogar e atirou. Brkic defendeu, mas a insistência de Mossoró derrotou o sérvio. Bola na área e Micael a aparecer para um cabeceamento de glória, a empatar a eliminatória! Por fim!

A Udinese acordou do choque, mas nem por isso assustou, até final dos 90. O Braga foi sempre mais equipa e nem se importou com a possível tradição transalpina. Viana, Custódio, Micael e Mossoró deram a importância de um encolher de ombros a esse cinismo italiano e continuaram a levar jogo até à área de Brkic, para lá do tempo regulamentar.

O prolongamento teve uma grande ocasião, que foi minhota. Lima não chegou a um passe de Micael e Beto afastou com um tremendo chuto o perigo maior causado pelos italianos. Sem golos, vinham os penalties.

Hvaia fé em Beto, habituado a decidir estas questões. Mas houve um brasileiro que tentou uma brincadeira que custou milhões à Udinese e deu o ouro a Ruben Micael. Beto sorriu com o «Panenka» de Maicosuel, que só teve de segurar com um sorriso, como quem segura ao colo um bebé. Depois, a decisão foi para Micael. No último pontapé, no último sopro, o madeirense que tiha saído do banco atirou o Sp. Braga para junto das principais equipas da Europa. E é lá que merece estar, porque pelo menos em alma é tão grande quanto elas. Que ninguém duvide.

in Mais Futebol

 

Parabéns Sp. Braga


Sem comentários:

Enviar um comentário