Número total de visualizações de página

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Sporting de Braga e Udinese empatam na Pré da Champions

O Sporting de Braga e a Udinese empataram hoje  a uma bola, na primeira mão do play-off de acesso à Liga dos Campeões de futebol, adiando a decisão do apuramento para daqui a uma semana, em  Itália. 
A Udinese adiantou-se no marcador ainda na primeira parte, e contra a corrente do jogo, por Basta, que cabeceou sem oposição após um livre do internacional italiano Di Natale (23 minutos), mas os bracarenses empataram com um golo fabuloso de Ismaily, com um potente remate a cerca de 35 metros da baliza adversária (68). 
O empate penaliza a ineficácia da turma comanda por José Peseiro e premeia o conhecido pragmatismo das equipas italianas.  
 
Pelo que jogou, o Sporting de Braga merecia ter ganho o jogo, mas a exibição de hoje também lhe permite ter esperanças em arrancar um resultado positivo em Itália, dentro de uma semana e o tão desejado apuramento.
  

Fase de grupos garante 10,7 milhões de euros

As duas equipas já assumiram ser fundamental a passagem à fase de grupos da Champions, que garante desde logo a entrada nos seus cofres de 10,7 milhões de euros (2,1 pela participação no "play-off" mais 8,6 pelo apuramento).
 
Do "onze" que iniciou o jogo com o Benfica (2-2), da primeira jornada da I Liga, saiu Rúben Amorim e entrou Hélder Barbosa.  
 
O Sporting de Braga entrou muito bem em jogo, muito rápido a trocar a bola e com Mossoró em grande destaque. 
 
Aos 21 minutos, o Braga esteve perto de inaugurar o marcador: grande jogada com Hugo Viana a assistir Douglão na "cabeça" da área, o central brasileiro deixou a bola passar com uma grande simulação, abrindo as pernas, e remate de Paulo Vinícius para uma grande defesa de Brkic (21). 
 
Alan tinha avisado na antevisão da partida para o cinismo das equipas italianas e essa característica voltou a evidenciar-se pouco depois e pode ser determinante na eliminatória já que, contra a corrente do jogo, marcou. Livre de Di Natale e Basta, antecipando-se a Salino, cabeceou sem hipóteses para Beto, aos 23 minutos.
 

"Bomba" de Ismaily

A equipa minhota entrou em campo depois do intervalo com vontade de inverter a situação e Custódio (50 minutos) e Ismaily (58) deixaram os primeiros avisos. 
 
Contudo, foi a Udinese a estar muito perto de voltar a marcar, mas Beto esteve em grande plano ao defender primeiro o cabeceamento de Pinzi e a seguir a recarga de Di Natale (61). 
 
Mas esse lance foi a exceção à regra, pois o Braga voltou ao comando da partida de imediato e chegaria mesmo ao empate pouco depois. 
 
Com espaço à sua frente, Ismaily desferiu uma autêntica "bomba" a cerca de 35 metros da baliza adversária, a bola ainda embateu na barra, não dando qualquer hipótese de defesa. 
 
Depois do golo bracarense, que veio conferir justiça ao jogo praticado por ambas as equipas, Rúben Micael (77 minutos) - excelente entrada em jogo do ex-FC Porto - e Lima (85) ainda obrigaram Brkic a empenhar-se, mas o resultado manteve-se.
A segunda mão disputa-se em Udine, em Itália, na próxima terça-feira, às 19h45.

in Expresso

Sem comentários:

Enviar um comentário