Número total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Raul Meireles continua em dúvida

Ninguém quer abrir o jogo em relação à situação clínica de Raul Meireles. Paulo Bento não afastou em definitivo a possibilidade de contar com ele, mas também frisou que em circunstância nenhuma qualquer praticante será colocado em risco. Assim sendo, e admitindo desde já o cenário mais negro, o do afastamento de Raul Meireles, várias alternativas se colocam a Paulo Bento.

No entanto, como se sabe, não estamos em presença de um treinador muito favorável a surpresas, com ele alinham sempre os que lhe dão sólidas garantias, de aí que a solução mais lógica aponte para a entrada direta de Ruben Micael, sem mais invenções. 

Outras saídas igualmente em cima da mesa: a utilização de Custódio e o adiantamento de Miguel Veloso, com o senão de o médio bracarense ser dos que menos tempo apresenta de competição, ou a promoção de Rúben Amorim, se pretender um meio campo mais recatado, mas também mais trabalhador nas tarefas defensivas.

Quanto aos restantes casos pendentes, os mais evidentes resultantes do esforço despendido pelos que intervieram no clássico de Espanha, entre o Barça e Real Madrid: Ronaldo e Pepe, como se compreende, são os que mais preocupam o selecionador, mas com a fibra de ambos... vão jogar. Há ainda Hélder Postiga, com dores musculares, mas, ao que tudo indica, nada de impeditivo.

A 24 horas de distância do jogo com a Rússia, o ambiente não era o mais favorável, mas como Paulo Bento referiu, até à altura de serem chamados para subirem ao relvado é preciso acreditar, sendo certo que, independentemente dos nomes preferidos para integrarem a equipa titular, o objetivo supremo mantém-se inatacável: ganhar, conquistar a liderança no grupo e deixar entreaberta a porta que há de conduzir Portugal ao Mundial do Brasil.

in A Bola

Sem comentários:

Enviar um comentário