Número total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Vieira quer final da Liga dos Campeões em casa: coisa pouca?

Até hoje apenas quatro clubes jogaram decisão no seu estádio.

  O Benfica recebe a final da Liga dos Campeões desta época e preparou a temporada com o objetivo de ser uma das duas equipas que vão jogar a decisão, assumiu o presidente do clube, Luís Filipe Vieira. Uma posição diferente da que tem declarado Jorge Jesus, que definiu desde sempre o campeonato como principal foco. Vieira alargou agora horizontes para a final europeia em casa, que não é meta fácil.

Até hoje, apenas quatro clubes que receberam a final da Taça dos Campeões Europeus/Liga dos Campeões conseguiram chegar à decisão. O último grande europeu a falhar o objetivo foi o Real Madrid, que em 2009/10 acabou por ter de abrir as portas do Bernabéu na decisão para o Inter de José Mourinho e para o Bayern Munique, tendo ficado pelo caminho logo nos oitavos de final, eliminado pelo Lyon.

Há bem pouco tempo, em 2011/12, o Bayern Munique conseguiu chegar até à meta, a final no Allianz Arena, mas acabou por perdê-la para o Chelsea, nas grandes penalidades, e ver os ingleses fazer a festa no seu «quintal». O mesmo tinha acontecido em 2005 ao Sporting, mas na final da então Taça UEFA, frente ao CSKA Moscovo.

Aconteceu por mais três vezes na história o anfitrião estar a disputar na final: logo em 1956/57, quando o Real Madrid bateu a Fiorentina (2-0) no Bernabéu. Depois em 1964/65, quando o Inter ganhou ao Benfica (1-0) em San Siro. E ainda em 1983-84, na primeira vez que correu mal para o anfitrião. No Estádio Olímpico de Roma, o Liverpool levou a melhor nos penalties sobre a Roma.

São mais frequentes as presenças de equipas do país no estádio onde se joga a final da Taça dos Campeões. Algo que esta época o FC Porto pode tentar alcançar. Já aconteceu por sete vezes, a última das quais em 2010/11, quando Wembley acolheu a decisão entre Barcelona e Manchester United (3-1), também ganha pelos «estrangeiros».

Mas há outro dado que dá uma medida da dificuldade do objetivo do Benfica, ou também do FC Porto. Vai fazer 10 anos, desde a final entre o FC Porto e o Mónaco, que nenhum clube de um país mais ou menos periférico chega sequer à final. Desde 2004, só jogaram a decisão clubes de Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália. 

 in Mais Futebol

Sem comentários:

Enviar um comentário